Existe diferença nas atividades da empregada doméstica e da diarista?

Existe diferença nas atividades da empregada doméstica e da diarista?

É importante que o empregador registre as atividades a serem exercidas pela doméstica em um contrato de trabalho

Muitos empregadores têm enviado mensagens à Doméstica Legal, através das redes sociais, pedindo mais esclarecimentos sobre a diferença entre as tarefas de uma empregada doméstica e uma diarista. A Classificação Brasileira de Ocupações (CBO 5121-05), descreve as atividades da doméstica da seguinte forma: “preparam refeições e prestam assistência às pessoas, cuidam de peças do vestuário como roupas e sapatos e colaboram na administração da casa, conforme orientações recebidas. Fazem arrumação ou faxina e podem cuidar de plantas do ambiente interno e de animais domésticos”.

Por isso é importante que ao contratar uma empregada doméstica, o empregador registre as atividades que serão exercidas pela trabalhadora em um contrato de trabalho. Ele não é obrigatório, mas é de extrema importância para que fique esclarecido entre as partes, as respectivas obrigações durante o exercício do trabalho.

 

Como manter uma empregada doméstica e estabelecer as suas tarefas?

Como já foi dito, a empregada pode realizar diversas atividades no ambiente doméstico, desde que seja combinado previamente com o empregador e registrado no contrato de trabalho. Recebemos queixas de domésticas que iniciam no emprego com atividades específicas e depois de um tempo, o empregador acaba solicitando outras atividades, gerando um acúmulo de funções. Para que isso não aconteça, a nossa sugestão é que o diálogo seja sempre o ponto principal do relacionamento doméstico.

Desta forma, os dois conseguem manter uma boa relação de trabalho e a harmonia entre empregador e empregada. É importante também que a doméstica diga ao empregador caso não se sinta confortável com alguma atividade, pois assim, poderão chegar juntos a uma solução viável para os dois.

 

Como contratar uma diarista e estabelecer as suas tarefas?

A diarista é um profissional autônomo que realiza as suas atividades até dois dias na semana, é o que estabelece a lei. O contratante de diarista precisa ter em mente que a profissional pode trabalhar em mais de uma residência, não dando exclusividade somente a um único local de trabalho.

Temos 8 dicas importantes para ajudar o contratante de diarista:

1 – Antes de contratar a diarista é importante deixar claro quais serão as tarefas a serem realizadas, como deverão ser feitas e se ela terá ou não alimentação durante o trabalho;

2 – O pagamento pelos serviços prestados devem ser feitos no dia da diária, mediante a assinatura de recibo, feito em duas vias, com o valor acordado pela diária;

3 – É aconselhável fazer um termo de início de serviços de diarista, onde ela declara que prestará serviços como tal, trabalhando no máximo dois dias na semana, sem vínculo de emprego;

4 – Quando o trabalho for encerrado, fazer um termo de término de diarista;

5 – Caso a diarista não seja contribuinte do INSS como autônomo, sugerir essa possibilidade e solicitar todo mês o comprovante do pagamento. O trabalhador tomando essa medida, tem seus direitos previdenciários protegidos, como aposentadoria, auxílio-doença, salário-maternidade e outros direitos. Para o empregador, esse recolhimento por parte do diarista pode evitar o uma eventual ação trabalhista;

6 – Ter equipamentos básicos para evitar acidentes no local de trabalho;

7 – Caso o diarista tenha ajuda de transporte, é indicado que o valor da condução esteja embutido no valor da diária;

8 – A diarista não tem carga horária, mas é recomendado que ela não exceda o valor de oito horas no dia. Vale ressaltar que não há ilegalidade caso esse horário seja ultrapassado e não existe horas extras para a diarista.

 

Qual a diferença entre a doméstica e a diarista?

A diferença entre as profissionais é a carteira de trabalho assinada e os direitos garantidos por lei. Quando a doméstica é formalizada e registrada, tem direito a benefícios como auxílio-doença, auxílio maternidade, aposentadoria, pensão por morte ou invalidez, entre outros. A diarista não tem a mesma opção devido a carteira não ser assinada.

 

Como organizar a semana de uma profissional doméstica de forma que ajude todos da casa?

A rotina de trabalho varia em cada casa e o empregador doméstico pode adotar o sistema que melhor se enquadra na rotina de sua família. Para ajuda nesse processo, a Doméstica Legal criou um planner organizacional onde o empregador ou o contratante de diarista podem baixar gratuitamente, imprimir e colocar, por exemplo, em um local visível a todos os membros da família e a doméstica ou a diarista. Assim, é possível verificar diariamente as tarefas que ela precisa realizar na residência.

planner

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Cadastre seu e-mail e fique sempre atualizado

Deixe seu comentário sobre este post

Mais acessados

🔎 Não achou o que procurava?

Faça sugestões de novos conteúdos